Keywords

São Tomé e Príncipe, música, manifestações culturais, transformação cultural, musicologia africana

Abstract

A complexidade da cultura de São Tomé e Príncipe, país habitado por uma sociedade crioula, deriva da história deste micro-território insular que, desde o seu achamento, foi o ponto de encontro de povos de várias origens. O contacto, mais ou menos intenso, entre eles proporcionou, a nível da cultura, diversos processos de aculturação, crioulização, apropriação, que resultaram em mudanças culturais e no surgimento de manifestações culturais idiossincráticas. Neste projecto, através da análise antropológica e musicológica de géneros musicais, pretende-se identificar os elementos e os processos, que influenciaram o surgimento e a transformação de cada um deles. A recolha do material musical, imprescindível pelo facto de quase não existirem registos da música tradicional, mas também as entrevistas com músicos, cantores e o público que assistiu às performances, serão o ponto de partida para a análise da música no contexto de mudanças sócio-económicas, políticas e culturais da sociedade santomense no século XX.