Amanhã decorre o Leituras do Mundo com a apresentação do mais recente livro de Edalina Rodrigues Sanches.

A autora, investigadora no Instituto de Ciências Sociais da Univ. de Lisboa, virá apresentar o seu livro “Party Systems in Young Democracies. Varieties of institutionalization in Sub-Saharan Africa” ao ISCTE-IUL, e a sessão será moderada pela investigadora do CEI-IUL, Ana Lúcia Sá.

O Leituras do Mundo é um espaço de conversa sobre Relações Internacionais, que decorre a pretexto da apresentação de um livro, e que resulta de uma parceria entre o CEI-IUL e a Biblioteca do ISCTE-IUL. Pretende trazer-se a debate livros, autores e ideias, abrindo a academia a toda a sociedade, promovendo um espaço priveligiado à leitura e sobretudo à reflexão e partilha.

 

Sobre a autora:

Edalina Rodrigues Sanches é investigadora de pós doutoramento em Ciência Política no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, onde integra o grupo de investigação “SPARC: Social and Political Attitudes: Resilience and Change” e “Regimes e Instituições Políticas”.

A sua tese de doutoramento “Explaining Party System Institutionalization in Africa: From a Broad Comparison to a Focus on Mozambique and Zambia” (2014, Universidade de Lisboa) foi premiada como melhor tese pela Associação Portuguesa de Ciência Política (2016). Os seus interesses de investigação são democratização, instituições políticas, eleições, partidos políticos e sistemas partidários, e comportamento político, com foco em África. Edalina Sanches publicou artigos em diversas revistas científicas como a International Politics, Electoral Studies, Acta Politica, South European Society and Politics, Journal of Asian and African Studies, e Análise Social. Contribui regularmente para o Africa Yearbook e publicou recentemente o livro Party Systems in Young Democracies: Varieties of institutionalization in Sub-Saharan Africa (Routledge, 2018)Actualmente está a desenvolver um projecto deinvestigação sobre a actividade parlamentar, relação entre partidos e cidadãos e clivagens políticas em África.

 

Sinopse do livro:

Institutionalization has become a paramount concept to compare party systems in regions spanned by the third wave of democratization. Based on raw electoral data from 30 sub-Saharan African countries observed between 1966 and 2016, this text explores the causes and mechanisms of Party System Institutionalization (PSI) and its relationship with the processes of mobilization and democratization. Posing key theoretical and empirical questions in cross-regional comparison, it examines and reveals the defining properties of PSI, how they should be measured and under what conditions it varies. In doing so, it contributes with a new explanatory framework of party system development – that gives primacy to modes of transition, political institutions and party-citizen linkages – to further cross-regional comparisons among third-wave party systems.

 

Tags: , , ,