Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia no Centro de Estudos Internacionais do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), no âmbito do projeto “Multisectorial Academic Programme to prevent and combat Female Genital Mutilation (FGM/C)” (Ref: JUST/2014/RDAP/AG/HARM/7937), financiado pela Comissão Europeia.

Início previsto

02-2017

Outra informação

Área Científica: Estudos Africanos

Requisitos de admissão: Os candidatos deverão possuir doutoramento em Estudos Africanos ou encontrar-se a frequentar um programa doutoral em Estudos Africanos. Os candidatos deverão ainda ter experiência de investigação em países da África Ocidental e conhecimentos relevantes na temática do projeto, bem como competências audiovisuais para a elaboração de materiais do projeto. A/o bolseira/o irá desenvolver as seguintes atividades: organização das conferências e ações de formação previstas, gestão técnica e científica do projeto e articulação com os restantes membros do consórcio, apoio à elaboração dos documentos do projeto, incluindo materiais audiovisuais. É essencial ter bom domínio de inglês e de francês (expressão oral e escrita). O conhecimento de línguas locais é fator preferencial.

Plano de trabalhos: A/O bolseira/o estará envolvido em todos os work packages do projeto: gestão e coordenação do projeto; desenvolvimento e publicação de um manual de formação em MGF; desenvolvimento e implementação de formação multissetorial integrada em programas académicos; organização de seminários académicos internacionais; disseminação de resultados e recomendações d projeto.

Legislação e regulamentação aplicável: Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica e Regulamento de Bolsas e Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia em vigor (www.fct.pt/apoios/bolsas/regulamento.phtml.pt)

Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido no CEI-IUL, sob a orientação científica da Professora Clara Carvalho.

Duração da bolsa: A bolsa terá a duração de 6 meses, renováveis até 24 meses ou ao termo do projeto. O início está previsto para 1 de fevereiro de 2016, condicionado à concretização da data prevista para o início do projeto.

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante inicial da bolsa depende das habilitações e da experiência profissional, conforme tabela de valores de bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no país (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores) podendo, de acordo com o ponto 3 do artigo 9º do regulamento da FCT, ser alterado em função da habilitação, da experiência adquirida e da complexidade do plano de trabalhos aprovado. Ao valor do subsídio acresce o seguro social voluntário correspondente ao primeiro escalão, caso o candidato opte pela sua atribuição, bem como o seguro de acidentes pessoais.

Métodos de seleção: A seleção basear-se-á na avaliação curricular, com a respetiva valorização dos seguintes elementos: habilitações académicas (30%); experiência comprovada em investigação na África Ocidental e na temática da MGF (50%); inglês, francês e conhecimentos de língua(s) locais (20%).

 

Composição do Júri de Seleção:
Professora Clara Carvalho (Presidente do Júri), Professora Doutora Carla Moleiro e Doutora Cristina Santinho.

 

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 15 a 28 de janeiro de 2016.

As candidaturas devem ser formalizadas obrigatoriamente através de correio eletrónico (cei@iscte.pt) com a indicação da referência JUST/2014/RDAP/AG/HARM/7937 , acompanhadas dos seguintes documentos: carta de candidatura, Curriculum vitae pormenorizado e cópia dos certificados de habilitações.