No âmbito do Ciclo de Conferências Religiões Africanas, em África e na Diáspora, foi convidada Eleonora Lundell, doutoranda em Latin American Studies na Universidade de Helsínquia, que irá apresentar o seu documentário “Eu e os meus – um olhar sobre a relação entre pessoas e entidades em Diadema, Brasil”.

 

Resumo do documentário:

O documentário retrata aspectos de algumas das religiões contemporâneas de matriz africana no Brasil (candomblé, umbanda e tambor de mina), através da narrativa das experiências de adeptos e praticantes sobre as entidades e encantados, os quais fazem parte da vida quotidiana e das relações sociais. Estas entidades (exús, pomba-giras e ciganos, entre outras) têm a capacidade de devolver a estabilidade entre os dois lados básicos da existência – o material e o espiritual – que quando desequilibrada pode causar diversos problemas na vida familiar, no trabalho e na saúde. São, portanto, uma espécie de “companheiros” para dividir os choros, os risos e as cantigas.

O documentário foi filmado entre os anos de 2011 e 2015 em diversos terreiros e casas religiosas de São Paulo, Diadema e Rio de Janeiro.

 

Organização: Grupo de Trabalho Religiões em África e nas Diásporas Africanas do CEI-IUL