A sessão do Leituras do Mundo do mês de maio conta com os convidados Felipe Addor e Camila Laricchia , investigadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que coordenaram o “Incubadoras Tecnológicas de Economia Solidária”. A moderação ficará a cargo da investigadora do CEI-IUL, Ana Margarida Esteves.

Sobre

Entre as várias políticas desenvolvidas ao longo dos treze anos de existência sólida da SENAES no Brasil, uma das mais importantes foi o Programa Nacional de Incubadoras de Cooperativas Populares (Proninc), cujo foco era apoiar a criação e o fortalecimento de grupos universitários capazes de dar suporte à formação de EES.

 

Breve biografia

Felipe Addor é mestre em Engenharia de Produção e é doutorado em Planeamento Urbano e Regional pela UFRJ (2012). É professor adjunto e Diretor do Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social (Nides/UFRJ), órgão suplementar do Centro de Tecnologia, e pesquisador-extensionista do Núcleo de Solidariedade Técnica – Soltec/UFRJ. É docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia para o Desenvolvimento Social (PPGTDS/Nides/UFRJ). É organizador do livro Tecnologia e Desenvolvimento Social e Solidário (2005, reimpresso em 2011; Editora UFRGS), da trilogia Pesquisa, Ação e Tecnologia (2015; Editora UFRJ) e do livro Teoria Democrática e Poder Popular na América Latina (2016; Editora Insular). Atua principalmente nas áreas de Economia Solidária, Assessoria a empreendimentos, Cooperativismo, Gestão e produção em assentamentos da Reforma Agrária, Políticas Públicas e Democracia Participativa, desenvolvendo suas reflexões nos temas: inovação social, tecnologia social, relação Estado-Sociedade, movimentos sociais, formação em Engenharia, ensino, pesquisa e extensão, gestão de projetos solidários, pesquisa-ação, economia social e solidária.