Numa fase histórica em que o continente africano está vivendo grandes transformações, que em muitos casos ameaçam os espaços de liberdade individual e coletiva conquistados com grandes esforços mediante as lutas anticoloniais, a sociedade civil e nomeadamente os movimentos sociais representam o elemento fundamental para levar a frente um projeto de sociedade inclusivo e justo. Para compreender melhor tais lutas, analisando suas caraterísticas, inovações e capacidade de criação de redes solidárias, o Instituto de Estudos de África da Universidade Federal de Pernambuco, a Universidade Federal da Paraíba, o Centro de Estudos Internacionais do Iscte (CEI-Iscte) e o Centro de Estudos Sociais Amílcar Cabral (CESAC) de Bissau promoverão nos dias 23, 24 e 25 de fevereiro de 2021, a 3ª Conferência Internacional Ativismos em África, no qual serão debatidos os novos perfis do ativismo social no continente africano e as perspetivas de mudança trazidas pelos mesmos.

Dentro da ótica que privilegia Paz, Direitos e Novas Redes de Solidariedade, a Conferência pretende propor, mediante uma abordagem interdisciplinar, seis eixos fundamentais:

Eixo 1: Ativismo, Movimentos sociais e Política

Eixo 2: Ativismo, Terra e Meio Ambiente

Eixo 3: Ativismo e Paz

Eixo 4: Ativismo e Direitos Humanos

Eixo 5: Diáspora e Redes Transnacionais

Eixo 6: Ativismo e Arte

 

Todas as informações estão disponíveis no site do evento: https://activismsinafrica21.wordpress.com/

 

A chamada para as propostas de painéis encontra-se aberta até ao dia 31 de Maio de 2020.