O refluxo da Maré Rosa: Tormentas imperfeitas na América Latina em um contexto de crise política e económica

Andrés Malamud, ICS-UL
Luis Fretes Carreras, CEI-IUL
Marcelo Moriconi Bezerra, CIES-IUL
Mayra Goulart, UFRRJ

O ano de 2015 já pode ser compreendido como um marco na história da América Latina, deflagrando um conjunto de questionamentos acerca do futuro da região. A retomada das relações diplomáticas entre Cuba e EUA marcam a formalização do fim da guerra fria?
A queda dos preços do petróleo e das matérias-primas é determinante para a desaceleração do crescimento económico? A diminuição do apoio popular aos governos populistas ou de esquerda indica o ressurgimento do neoliberalismo? O processo de integração latino-americano e de inserção internacional vai sofrer uma viragem?
Neste ano realizaram-se doze (12) eleições, três presidenciais (ainda falta a 2ª volta no Haiti), três legislativas e seis regionais o municipais. Os últimos acontecimentos na Argentina, Venezuela e Brasil permitem-nos reflectir sobre a diversidade dos cenários políticos, económicos e sociais para América Latina e suas possíveis implicações para Portugal e o mundo.

Entrada Livre

https://recad.iscte-iul.pt/ess/echo/presentation/25367c96-805e-48cb-b6d7-0837909d3df8?ec=true

Organização
Centro de Estudos Internacionais

Apoio
ISCTE-IUL
Casa da América Latina
ICS – Universidade de Lisboa
Observatório dos Países de Língua Oficial Portuguesa – OPLOP

 

Screen Shot 2015-12-11 at 13.22.54