Activisms in Docs#4
‘UMUNTHU’, ‘AND STILL WE RISE’ & conversa com Miguel Vale Almeida (CRIA/ISCTE-IUL) e Rui Garrido (CEI-IUL).Entrada livreUMUNTHU
Malawi, 2013
realização Mwiza Nyirenda

“Umunthu” é um documentário, na primeira pessoa, sobre o tema controverso da homossexualidade no Malawi. O filme é uma viagem de três jovens – o diretor do filme e dois amigos, cada um com um posicionamento distinto sobre direitos LGBTI. Juntos alugam uma carrinha e atravessam o país, contactando com diversas personagens durante a viagem, um psicólogo, um pastor, um humanista secular, um jornalista, dois ativistas dos direitos humanos e cidadãos e cidadãs comuns. Através da visão do Umunthu – uma filosofia pan-Africana que promove a tolerância – o filme explora as complexidades em torno do debate dos direitos LGBTI no Malawi, e proporciona aos espetadores um momento de reflexão e a oportunidade de questionar as suas aceções do assunto. Servindo-se da viagem e usando a metáfora da transformação que ela proporciona, “Umunthu” conduz os três jovens numa viagem às múltiplas perspetivas da homossexualidade no Malawi, que estão relacionadas com os direitos humanos, a tolerância, a cultura, a religião, a política e a lei.

AND STILL WE RISE
Uganda, 2015
realização Richard Lusimbo & Nancy Nicol
O filme ‘And Still We Rise’ acompanha o ativista Richard Lusimbo, da organização Sexual Minorities Uganda (SMUG), que mostra o impacto do Anti Homosexuality Act. A história apresenta, de forma conjugada, uma análise do AHA com relatos pessoais da crescente repressão que se seguiu à aprovação da lei, incluindo o impacto nos produtores do filme/ativistas: a veiculação de mensagens de ódio na comunicação social, o fecho de clinicas de saúde, as detenções, as violações dos direitos humanos e as tentativas de justiça popular. Após a aprovação da AHA, o ativista Richard Lusimbo foi exposto na imprensa como homossexual.
O documentário acompanha as dinâmicas de resistência interna e externa ao AHA, instigada pelo incitamento ao ódio de encetada pelos líderes evangélicos norte americanos, resistência essa liderada por grupos da sociedade civil, em particular a SMUG e a Civil Society Coalition on Human Rights and Constitutional Law, mas também diversas personalidades académicas do Uganda. O documentário é uma história inspiradora de coragem e resiliência, criado por pessoas que estão no centro da luta contra o AHA no Uganda.

A seguir aos documentários conversa com Miguel Vale Almeida (CRIA/ISCTE-IUL) e Rui Garrido (CEI-IUL).