Na sessão de Pensar África de fevereiro contamos com a presença dos investigadores Ricardo Falcão (CEI-IUL) e Pedro Figueiredo Neto (ICS-ULisboa), que irão apresentar o filme YOON. A entrada é livre!
Resumo:

Esta investigação resulta de um trabalho etnográfico ‘em movimento’ conduzido por Ricardo Falcão (CEI-IUL) e Pedro Figueiredo Neto (ICS-ULisboa), no quadro da realização do filme YOON. É um trabalho enraizado nos interesses de ambos os investigadores que têm vindo a focar-se em temáticas tais como mobilidade, fronteiras, infraestruturas de comunicação, tecnologias e obsolescência, entre outras. Nesta apresentação os investigadores falarão não só do processo do filme e da viagem entre Lisboa e Dakar em que se baseia esta abordagem, como também falarão da investigação que têm feito nesse quadro sobre as mobilidades no Sahara-Sahel.

 

Sobre os Investigadores:

Ricardo Falcão, desde há mais de uma década que constrói um corpo de trabalho etnográfico particularmente focado no Senegal e em outros países da África Ocidental, com um extenso trabalho de terreno. Nos últimos anos tem-se interessado sobre questões de género e direitos humanos. É doutorado em Estudos Africanos pelo ISCTE-IUL. Está actualmente envolvido na Realização do documentário YOON.

Pedro Figueiredo Neto, é arquitecto, antropólogo e realizador, actualmente investigador de pós-doutoramento no ICS-ULisboa. É doutorado em Antropologia pela EHESS-Paris e ISCTE-IUL e tem trabalhado sobretudo no contexto da África Austral (Zâmbia, Angola e Moçambique). Os seus interesses de investigação envolvem espaços de excepção, nomeadamente campos de refugiados e reassentamentos, deslocamento forçado, concepções de refúgio, mobilidade e fronteiras. Está igualmente envolvido na realização do filme documentário YOON.

 

Photo Credit: Babacar Sow