Qualificações Académicas

Doutoramento em Estudos Africanos, em 2013 – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Lisboa, Portugal.

Mestrado em Estudos Africanos, especialização em Desenvolvimento Social e Económico em África: Análise e Gestão, em 2007 – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Lisboa, Portugal.

Licenciatura em Tradução, em 2004 – Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisbon, Portugal.

Resumo Biográfico

Doutorada em Estudos Africanos: Desenvolvimento económico e social pelo ISCTE -Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), onde defendeu a tese intitulada Educação e desenvolvimento em Angola: A formação de quadros angolanos em Portugal e no Brasil (2013); Mestre em Estudos Africanos pela mesma instituição universitária, com uma dissertação intitulada Estratégias de sobrevivência e modos de vida da pobreza em Luanda (2008). É licenciada em Tradução pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT).

É atualmente professora auxiliar do Instituto Superior de Ciências da Comunicação (ISUCIC), em Luanda, onde ministra, no curso de Ciências da Informação (e biblioteconomia) as cadeiras de Seminários de Fim de Curso e Língua Inglesa, tendo igualmente lecionado na Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto (FCS-UAN) no período compreendido entre 2014-2019.

No âmbito dos estudos africanos, as suas áreas de interesse debruçam-se sobre a realidade angolana e envolvem múltiplas questões como as de desenvolvimento, educação, cooperação, desigualdades, labour, problemática do género, filosofia, capital humano e social e produção do conhecimento.

Publicações Salientes

Liberato, E. , L. J. Almirante (2015) “A utilização transversal da perspectiva de gênero nos projetos Financiados pelo Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento: Uma questão pendente“,  Administração Pública e Gestão Social, 3(7), 131-137.

Liberato, E. (2014) “Avanços e retrocessos da educação em Angola“,  Revista Brasileira de Educação, 19 (59), pp. 1003-1031.

Liberato, E. (2014) “O desenvolvimento da Educação em Angola“,  Educação Unisinos, 18 (2), 202-203.

Liberato, E. (2012) “A formação de quadros angolanos no exterior: Estudantes angolanos em Portugal e no Brasil“,  Cadernos de Estudos Africanos, 23, 109-130.

Publicações

Liberato, E. (2016) "Recensão – O poder angolano em Portugal", Estudos de Sociologia, 1-5.

Liberato, E. (2016) "40 anos de independência. Uma reflexão em torno da condição da mulher angolana", Rev. Estud. Fem., 24 (3), pp. 997-1006.

Liberato, E. (2016) "A nova emigração portuguesa para Angola: integração diferenciada e forte ligação a Portugal", In João Peixoto, Isabel Tiago de Oliveira, Joana Azevedo, José Carlos Marques, Pedro Góis, Jorge Malheiros e Paulo Miguel Madeira Regresso ao futuro: a nova emigração e a sociedade portuguesa, (pp. 199-233). Lisboa: Gradiva.

Liberato, E., L.J. Almirante (2015) "A utilização transversal da perspectiva de gênero nos projetos Financiados pelo Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento: Uma questão pendente", Administração Pública e Gestão Social, 3(7), 131-137.

Liberato, E. (2015) "A Implantação do modelo formal de ensino em Angola (Séculos XV-XX)", Revista Mexicana de Análisis Político y Administración Pública, 5 (2), 55-80.

Liberato, E. (2015) "Modelos de Desenvolvimento da Mulher Rural: O programa de auscultação à mulher rural em Angola", Atas do 1º Congresso da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa. Lisboa, 1 a 5 de fevereiro 2015

Liberato, E. (2014) "O desenvolvimento da Educação em Angola", Educação Unisinos, 18 (2), 202-203.

Liberato, E. (2014) "Avanços e retrocessos da educação em Angola", Revista Brasileira de Educação, 19 (59), pp. 1003-1031.

Liberato, E. (2013) Educação e desenvolvimento: a formação superior de angolanos em Portugal e no Brasil, Lisboa: ISCTE-IUL.

Liberato, E. (2012) "A formação de quadros angolanos no exterior: Estudantes angolanos em Portugal e no Brasil", Cadernos de Estudos Africanos, 23, 109-130.

Liberato, E. (2012) "Recensão de Fernando Luís Machado, Cristina Roldão, Alexandre Silva, “Vidas Plurais: Estratégias de Integração de Imigrantes Africanos em Portugal”, Lisboa: Tinta-da-China, 2011, 205 pp.", Cadernos de Estudos Africanos, 24, 189-191.