Encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 Bolsa de Investigação (BI) para Licenciado, no âmbito do Centro de Estudos Internacionais do Iscte – Instituto Universitário de Lisboa (CEI-Iscte), em parceria com o Instituto Politécnico de Leiria e o Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto,  – Projeto “Perfil do Estudante dos PALOP nas IES em Portugal: caracterização, expectativas e constrangimentos”, financiado por fundos nacionais através da Camões, I.P., nas seguintes condições:

Área Científica: Ciências Sociais, Estudos Internacionais, Estudos Africanos.

 

  1. APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURA

O concurso está aberto entre 9 e 23 de maio de 2022. As candidaturas e os documentos de suporte previstos no presente Aviso de Abertura de Concurso devem ser submetidos, obrigatoriamente, por correio eletrónico enviado/submetido para doutoramentos.cei@icte-iul.pt com o assunto: BD_Camoes_NomeCandidato.

 

  1. TIPO E DURAÇÃO DA BOLSA

A bolsa de investigação é destinada a estudante de mestrado ou doutoramento, ou por licenciado/a ou mestre inscrito/a em curso não conferente de grau académico e irá financiar a realização, pelo/a bolseiro/a, de atividades de investigação no âmbito do projeto “Perfil do Estudante dos PALOP nas IES em Portugal: caracterização, expectativas e constrangimentos”, financiado pelo Camões,I.P.. A duração da bolsa é de 6 meses eventualmente renovável.

 

  1. PLANO DE TRABALHOS

Desenvolvimento de investigação científica e apoio à execução do projeto “Perfil do Estudante dos PALOP nas IES em Portugal: caracterização, expectativas e constrangimentos”. Em particular, serão desenvolvidas as seguintes tarefas: identificação e tratamento dos dados relevantes; realização de entrevistas; transcrição de entrevistas; preparação de publicação; preparação de conferência; apresentação de resultados.

 

  1. REQUISITOS DE ADMISSÃO

De acordo com os nºs 1 e 2 do Artigo 6º do Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT, a Bolsa de Investigação (BI) para Mestre destina-se à realização de atividades de I&D por estudantes com grau de mestre que se encontrem inscritos ou em condições de se inscreverem num plano de estudos conducente à obtenção de um grau, ou em curso não conferentes de grau.

Constituem igualmente requisitos de admissão:

  • Licenciatura ou Mestrado em Estudos Internacionais, Estudos Africanos ou outras Ciências Sociais.
  • Excelente capacidade de expressão escrita e oral, incluindo da língua inglesa.
  • Sólidos conhecimentos de informática na ótica do utilizador, bom conhecimento dos programas Office, em particular Word e Excel
  • A familiaridade com a temática em causa será um fator positivo

 

É indispensável, sob pena de não admissão ao concurso, anexar à candidatura os seguintes documentos:

  • Curriculum Vitae detalhado
  • Certificados de habilitação, dos graus académicos detidos, especificando obrigatoriamente a classificação final
  • Carta de motivação.

 

5. MÉTODOS DE SELEÇÃO

Os métodos de seleção a utilizar serão os seguintes:

  1. Avaliação curricular – 40%
  2. Experiência prévia comprovada em ambiente de trabalho – 20%
  3. Avaliação de competências de escrita e carta de motivação – 20%
  4. Proficiência em inglês e conhecimentos de língua(s) – 5%.
  5. Familiaridade com a temática – 15%

 

Os candidatos melhor classificados serão, numa segunda fase convocados para uma entrevista.

Nesta segunda fase, a classificação final será obtida com a ponderação de 60% relativa à classificação da primeira fase e de 40% relativa à entrevista.

 

6. COMPOSIÇÃO DO JÚRI PARA SELEÇÃO

Presidente do Júri – Professora Clara Carvalho;

Vogal Efetivo –Professora Maria Antónia Barreto;

Vogal Efetivo – Professor Filipe Santos

Vogal Efetivo – Professor Rui da Silva

 

7. LEGISLAÇÃO E REGULAMENTAÇÃO APLICÁVEL:

A bolsa é atribuída ao abrigo da Lei Nº. 40/2004, de 18 de Agosto (Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica) e do Regulamento de Bolsas e Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia em vigor (https://www.fct.pt/apoios/bolsas/regulamento.phtml.pt).

 

8. LOCAL DE TRABALHO:

O trabalho será desenvolvido no Centro de Estudos Internacionais do Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, sob a orientação científica dos Professores Clara Carvalho, Maria Antónia Barreto,  Filipe Santos e Rui da Silva.

 

9. DURAÇÃO DA BOLSA:

A bolsa terá a duração de 6 meses, eventualmente renovável, com início previsto em junho de 2022. O contrato de bolsa poderá ser renovado até ao limite máximo previsto no Regulamento de Bolsas de Investigação.

 

10. VALOR DO SUBSÍSIO DE MANUTENÇÃO MENSAL:

O montante da bolsa corresponde ao previsto na tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores). Ao valor do subsídio acresce o seguro social voluntário correspondente ao primeiro escalão, caso o candidato opte pela sua atribuição, bem como o seguro de acidentes pessoais. A bolsa será paga mensalmente, através de transferência bancária.

 

11. FORMA DE PUBLICITAÇÃO/NOTIFICAÇÃO DOS RESULTADOS:

Os resultados finais da avaliação serão notificados a todos os candidatos por e-mail, através de lista ordenada por resultado final de seleção.

 

12- PRAZO E FORMA DE APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS:

O concurso encontra-se aberto no período de 9 e 23 de maio de 2022.

Duração da bolsa

6 meses

Início previsto

06-2022