Participant Institutions

CEI-IUL e ICS

Resumo

Os relatórios mais recentes do Serviço de Segurança e Informação (SIS) evidenciaram um incremento no ativismo da
extrema-direita portuguesa na internet. Esse fenómeno é verificável não apenas em Portugal mas em muitos outros
Países europeus e é associado ao crescimento de duas correntes inovadoras de direita radical: a norte-americana
Alt-Right e o ítalo-francês movimento identitário. A relevância dessas duas correntes é evidente no papel da Alt-Right
na eleição de Donald Trump cujo estratega de campanha Steve Bannon é elemento de ponta da Alt-Right and no
sucesso do movimento identitário junto do eleitorado de Marine Le Pen. As duas correntes demonstraram uma forte
capacidade de gerar cultura popular principalmente entre os jovens através de criatividade terminológica, mediaativismo,
militância on-line, memes.
Com base nas preocupações dos media e das instituições, o projeto de investigação tem o objetivo de aprofundar
o conhecimento do crescente radicalismo de direita em Portugal. Em particular, pretende-se analisar os efeitos da
circulação, receção e reprodução das ideias e praticas produzidas pela interação transatlântica entre Alt-Right e
Movimento identitário. O intuito é perceber quanto essa aceleração na circulação das ideias e práticas pode conduzir
ao desenvolvimento de uma nova direita radical em Portugal assim como fez com sucesso em outros Países; ou
seja, através da mobilização social de uma jovem geração de militantes com alto potencial de determinar a ideologia
de futuros partidos ou movimentos radicais.
O projeto de investigação tem três objetivos específicos. O primeiro é determinar quão profundamente a interação
Alt-Right-Identitarismo penetrou no meio da direita portuguesa (tanto radical como mainstream) e influenciou as suas
raízes ideológicas tradicionais. O segundo é mapear a participação on-line dos militantes Portugueses nas redes
internacionais surgidas pelo ativismo internet dos meios Alt-Right e Identitários. O terceiro é descrever e explicar a
reprodução de praticas de mobilização política, quer on-line quer off-line, promovidas em Portugal pelas experiencias
mais bem-sucedidas vindas do estrangeiro.
Esses objetivos serão alcançados através do estudo em profundidade do caso português e a sua comparação
com diferentes casos estrangeiros com o intuito de perceber o sucesso ou o insucesso da combinação Alt-Right/
Identitarismo nas direitas radicais nacionais. A comparação entre áreas já de sucesso (ex. França, Itália, Áustria)
com áreas em fase de consolidação (ex. Portugal, Espanha) permitirá avaliar se e como essa nova interação euroamericana
pode impulsionar a criação de uma direita radical portuguesa como ator político mais relevante.
Reunindo vários peritos no tema, o projeto de investigação pretende esclarecer este fenómeno relevante e ainda
desconhecido do ponto de vista académico.