Saberes, mas para quem?
A Circulação da Relaçam annual das cousas jesuítas – Etiópia, Goa, Lisboa (início do séc. XVII)

Hervé Pennec (CNRS e Institut des Mondes Africains)

23 de abril | 16:15 Auditório C1.04, Edifício II

O objectivo desta apresentação é de questionar o processo de formalização da Relaçam annual das cousas jesuítas, compilação de cartas com notícias das missões do padroado português no início do séc. XVII.
Estas cartas, produto de uma montagem do Padre Fernão Guerreiro, têm sido lidas como a apresentação pública de saberes objectivos recolhidos nos terrenos de missão da Companhia de Jesus, no mundo não-europeu da época. Mas esta perspectiva pouco ou nada nos diz da historicidade destes processos e da complexidade das circunstâncias em que as informações foram recolhidas. Na sua apresentação, tomando como exemplo as informações relativas à Etiópia, Hervé Pennec propõe-se interrogar o modo como as cartas eram elaboradas, transmitidas e organizadas por Fernão Guerreiro.
Tratar-se-á, por um lado, de reconstruir os itinerários das cartas no interior de um complexo sistema de comunicação e circulação de homens e documentos jesuítas e, por outro lado, de analisar as condições de produção das cartas no contexto de uma missão em transformação, e as intenções que presidiam à sua divulgação.

Screen Shot 2014-04-15 at 09.33.43