Pensar África

 

It takes two to tango: a reativação da guerra civil em Angola

Cláudia Generoso de Almeida
Universidade Complutense de Madrid

 

A transição para a democracia em Angola ocorreu no âmbito da implementação do acordo de paz assinado em 1991 para solucionar uma guerra civil que se alastrava desde a independência do país em 1975 e que implicou a realização de primeiras eleições multipartidárias. Porém, o país voltou à guerra após essas eleições, inaugurando-se, assim, um segundo período de conflito armado ainda mais violento que só terminou em 2002.

A partir de um estudo aprofundado da ação dos seus beligerantes – MPLA e UNITA – durante a implementação dos Acordos de Bicesse, discutir-se-ão os resultados desta investigação, nomeadamente, o mecanismo que levou à reativação da guerra civil após as primeiras eleições multipartidárias de 1992.

 

claudia-almeida