Activisms in Docs:

“Fotografar é dar Vida” & “Vozes de Cantanhez” | 2 projectos de fotografia participativa

17 nov 18h30 no Largo Café Estúdio

 

A terceira sessão do ciclo “Activisms in Africa” apresentará dois projectos de fotografia participativa, ambos desenvolvidos na Guiné-Bissau.

Fotografar é dar Vida de Elisabete Monteiro e Daniel Meirinho

Um grupo de mulheres guineenses, felupes, mães, líderes quis utilizar a fotografia como forma de dar voz ao projecto Anhacanau Adjanhau, que tem como objectivo a redução das taxas de mortalidade materno-infantil e a capacitação de mulheres para a participação comunitária na gestão financeira dos serviços de saúde.

https://fotografarvida.wordpress.com/

Vozes de Cantanhez de Joana Roque de Pinho

Em 2014 vinte e sete agricultores guineenses tornaram-se fotógrafos-investigadores e co-produziram uma exposição que partilha as suas imagens e histórias de alterações sociais e ambientais, positivas e negativas, dentro do Parque Nacional de cantante no sul da Guiné-Bissau. Assim nasceu a Associação Fotografos da Cabambol de Cafal.

https://www.academia.edu/27528061/Portraits_of_Change_by_Farmers_in_Southern_Guinea-Bissau

A seguir à apresentação dos projectos, haverá o habitual espaço de conversa com Joana Roque de Pinho, Elisabete Monteiro e Edson Embana.

 

fotografia