No dia 21 de setembro regressa o Activisms in Docs, com a apresentação do filme ‘Sacred Water’ seguido de conversa com Ricardo Falcão.

Junte-se a este evento pelas 18h30 no Largo Café Estúdio.

 

SACRED WATER
Bélgica, 2016
realização Oliveir Jourdain

55 min | legendas em inglês

Guiados por Vestine, uma estrela das noites radiofónicas algo extravagante, descobrimos neste filme a sexualidade Ruandesa na busca da água que jorra do corpo feminino. A ejaculação feminina é-nos revelada com espontaneidade e humor.

A Água Sagrada confronta o espectador com a sua própria intimidade e mergulha-nos num Ruanda contemporâneo, redescobrindo a sua herança através da forma mais secreta: o prazer feminino.

Este filme através dos seus interlocutores bem-humorados dá-nos a ver uma imagem pouco comum sobre a sexualidade em África: onde as mulheres estão no centro, falam abertamente do prazer, e são elas mesmas que falam de si para si. Esta abordagem contraria a comum representação da sexualidade em Áfica como um problema de saúde pública, uma questão económica, de violência de género ou de direitos individuais. Sem se colocar imediatamente contra essas perspectivas de análise, que seguem muitas vezes lógicas de externalidade, este filme aborda a sexualidade pela positiva, colocando no centro da mesma o prazer feminino e a forma como este determina o sucesso das relações neste país.

 

A seguir aos documentários conversa com Ricardo Falcão (CEI-IUL).

 Uma actividade no âmbito do projecto Activisms in Africa.

Apoios: CEI – IUL | Largo Residências