Qualificações Académicas

Doutoramento em História, Defesa e Relações Internacionais, 2012 – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Lisboa, Portugal.

Mestrado em História, Defesa e Relações Internacionais, 2008 – ISCTE, Lisboa, Portugal.

Licenciatura em Ciências Sócio-Militares na especialidade de Infantaria, 1991 – Academia Militar, Lisboa, Portugal.

Resumo Biográfico

Luís Barroso é investigador no Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa. Desde julho de 2014, desempenha as funções de CCIRM Section Head em Joint Force Command Brunssum da NATO, na Holanda. Foi professor de Técnicas de Estado-Maior e de Táctica e Operações Militares aos Cursos de Promoção a Oficial Superior, Curso de Estado-Maior e Curso de Promoção a Oficial General, no Instituto de Estudos Superiores Militares. Professor da Unidade Curricular Metodologia de Investigação Científica e da Unidade Curricular Segurança Nacional e Estado de Direito, no Doutoramento em Direito e Segurança da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa (2013-2014). Professor de História das Relações Internacionais no Master em Diplomacia Económica no Instituto Superior de Comunicação Empresarial e Marketing (2013). Professor de Teoria das Relações Internacionais ao Mestrado Integrado de Ciências Militares. Academia Militar (2014). Professor da unidade curricular Guerra e Paz ao Mestrado em Ciências Militares no Instituto de Estudos Superiores Militares. É também investigador associado no Centro de Investigação de Segurança e Defesa do IESM.

Publicações Salientes

Barroso, Luís (2014). The Independence of Rhodesia in Salazar’s Strategy for Southern Africa, African Historical Review, 46, 2-1, 24.

Barroso, Luís (2013), “‘A trick with rebounds’: Portugal, Zambia and the Rhodesian crisis (1967–1968)“, Portuguese Journal of Social Science, 12 (2), 195-209.

Barroso, Luís(2012). Salazar, Caetano e o Reduto Branco: A manobra Político-Diplomática de Portugal na África Austral (1951-1974). Porto: Fronteira do Caos Editores.

Barroso, Luís (2010), “O apoio de Salazar a Ian Smith: uma análise poli-heurística“, Relações Internacionais, 25 (25), 107-118.

Barroso, Luís(2009), Salazar e Ian Smith: o Apoio de Portugal à Rodésia (1964-1968). Lisboa: Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Publicações

Barroso, L. (2015) "A Primeira Guerra Mundial em Angola. O ataque preemptivo a Naulila", Relações Internacionais, 47, pp. 127-149.

Barroso, L. (2014) "The Economy As An Instrument Of National Power In The Portuguese Strategy For Southern Africa (1951-1974)", Revista de Ciências Militares, 2 (1), 203-242.

Barroso, L. (2014) "The Independence of Rhodesia in Salazar’s Strategy for Southern Africa", African Historical Review, 46 (2), 1-24.

Barroso, L. (2014) "A Inovação Militar no período entre guerras e o início da II Guerra Mundial. O Desenvolvimento da Blitzkrieg, a tradição germânica e os contactos germano-russos nos anos 1920", Revista Militar, 66, 629-648.

Barroso, L., Luís Escorrega (2014) Estudos de Homenagem Abel Cabral Couto, Lisboa: Fronteira do Caos.

Barroso, L. (2014) "A Segurança: uma aproximação concetual", In Luís Barroso & Luís Escorrega Estudos de Homenagem Abel Cabral Couto, 253-271. Porto: Fronteira do Caos.

Barroso, L. (2010) "A Evolução da CPLP na Segurança e desenvolvimento do Continente Africano: A Relevância do Instrumento Militar e o Papel de Portugal", I Congresso Nacional de Segurança e Defesa, Lisboa: Diário de Bordo.

Barroso, L. (2009) Salazar e Ian Smith – O Apoio de Portugal à Rodésia (1964-1968), lisboa: MNE-ID.