Resumo Biográfico

Daniel Rio Tinto concluiu recentemente o doutoramento em Ciência Política e Estudos Internacionais na Universidade de Birmingham (Reino Unido), conjuntamente com o Instituto de Conflitos, Cooperação e Segurança (ICCS). A sua tese é intitulada “Tracing the Security Dilemma in Civil Wars: how fear and insecurity can lead to intra-state violence?” e avalia o desempenho do dilema de segurança como uma explicação para a eclosão da violência nas guerras civis, observando os casos de violência pós-descolonização em Angola e Moçambique. É Mestre em Ciências Políticas e Relações Internacionais pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH), Universidade Nova de Lisboa (UNL). Os seus interesses de pesquisa incluem a teoria das relações internacionais, segurança internacional, guerras civis, violência política, operações de paz e estudos africanos. A sua experiência regional abrange a África subsaariana e a América Latina. Anteriormente, contribuiu para a Escola de Guerra Naval Brasileira (EGN), o Centro de Treinamento Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), o Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI), o Instituto da Defesa Nacional (IDN) e para a Oxford Analytica.