A obra que agora se publica nasceu do projecto “Dinâmicas Sociais na Estruturação dos Espaços políticos em Contextos Rurais Africanos”, no qual se analisaram, em termos comparativos, as dinâmicas sociais que ocorrem em universos rurais africanos e a participação de diferentes actores sociais nos processos de construção de espaços políticos e da sua articulação com os actores políticos nacionais, Estado, partidos políticos, igrejas, ONG’s, etc. O fim dos regimes de partido-único e/ou militares em África, nos finais da década de 1980,  a institucionalização dos processo de transição para regimes políticos multipartidários, impulsionou uma demanda dos actores políticos que, à margem do Estado, protagonizassem essas transições envolvendo as respectivas sociedades nacionais. O Estado Africano, que durante décadas após as independências, constituiu-se como actor social de referência, perdeu terreno para os actores sociais da emergente sociedade civil rural.

Table of Contents

Fernando Florêncio
Introdução Geral

Alexandra Magnólia Dias
Processo de Reconstrução do Estado, Dinâmicas e Actores Sociais na Estruturação de Espaços Políticos em Áreas Rurais (trans/) Fronteiriças (Tigrai/Etiópia)

Fernando Florêncio
No Reino da Toupeira. Autoridades Tradicionais do M’Balundu e o Estado Angolano

Gabriel Mithá Ribeiro
O Senso Comum e a Política em Moçambique

Hélder Jauana
Os Boquienses e a Política Local. Estudo de Caso Sobre a Participação Política em Moçambique

Jonuel (José Manuel) Gonçalves
Dinâmicas Sociais na Estruturação Geoeconómica do Baixo Kunene, (Novas e Velhas Transumâncias)

Vítor Alexandre Lourenço
Estado, Paramount Chiefs Ashanti e a Construção de uma Face de Janus Política no Gana Pós-Colonial: Vinho Velho em Garrafas Novas ou Vinho Novo em Garrafas Velhas?