Seminário de Estudos Africanos

Conservação e conflitos em torno da terra: as Communal Conservancies na Namíbia
Eduard Gargallo (CEI-IUL)

23 abril | Auditório C1.04, ISCTE-IUL | 18h00

Iniciativas de Conservação Comunitária têm sido cada vez mais frequentes em diversos países da África Austral e estão implicadas com conflitos relacionados com reclamações de terra, controlo dos recursos naturais e autoridade territorial. A pesquisa tenta analisar como as Communal Conservancies na Namibia estão a ser utilizadas pelas comunidades rurais como instrumentos para obter ou assegurar o acesso e o controlo das terras comunais. Os camponeses, as autoridades tradicionais, o Estado e os conservacionistas tentam influir no uso que será dado às terras. O trabalho de campo tem-se centrado em dois casos: King Nehale Conservancy, uma área de agricultura mista fortemente povoada no norte da Namibia (Owamboland), e Nyae Nyae Conservancy, um territorio semi-árido, habitado por uma população historicamente marginalizada, os Ju/’hoan San (ou Boschimanos).

Eduard Gargallo. Historiador, doutorado em História Contemporânea pela Universidade de Barcelona, com uma tese sobre a história do Departamento de Agricultura no Zimbabwe. Investigador pós-doutoral no Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL). Actualmente está a realizar uma investigação sobre as políticas de terras e a conservaçao comunitária dos recursos naturais em Namíbia e Moçambique. Também foi Director de Projectos do Centre d’Estudis Africans em Barcelona, e desenvolveu trabalhos de assessoria e análises de projectos de cooperação. Publicou artigos em revistas como Journal of Southern African StudiesJournal of Namibian Studies e Politique Africaine. [+info]