Academic Qualifications

Doutoramento em Ciência Política, Sociologia e Ciências da Educação, em 1979 – Universität Freiburg i.Br., Alemanha.
Exame de Estado em Pedagogia do ensino secundário e didáctica do francês e inglês, em 1960 – Staatliches Studienseminar II Köln, Alemanha.
Licenciatura em Letras românicas e anglo-saxónicas, filosofia  e pedagogia, em 1958 – Universität Köln, Alemanha.

Biographical Information

Franz-Wilhelm Heimer, de nacionalidade alemã, foi professor de sociologia e estudos africanos no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, de 1980 até à sua jubilação em 2000. Esteve na origem da criação, no ISCTE, do Centro de Estudos Africanos (1981) e da Área Científica de Estudos Africanos (1996) e, neste contexto, do mestrado e doutoramento em estudos africanos e da Biblioteca Central de Estudos Africanos. Em todos estes domínios teve responsabilidades dirigentes. De 1965 a 1995 foi investigador do Arnold-Bergstraesser-Institut (ABI) de Freiburg i.Br./Alemanha, obtendo na Universität Freiburg i.Br,, em 1979, o doutoramento em ciência política, sociologia e ciências da educação, e leccionando, em 1979, naquela Universidade bem como na Universtät Frankfurt a.M./Alemanha. Com base na sua inicial formação em letras (Universität Köln, 1958, Studienseminar II Köln, 1960) foi docente do Goethe-Institut em Belo Horizente/Brasil, em 1964-65, e antes, em 1961-64 assistente de língua e literatura alemã na então Faculdade de Filosofia, Ciências e Lêtras de São José do Rio Prêto/São Paulo/Brasil, e 1960/61 professor de ensino secundário em Colónia e Duisburg/Alemanha. O trabalho no ABI e no CEA-Instituto Universitário de Lisboa (onde continua activo) levou-o a estadias de estudo e investigação em numerosos países latino-americanos e, sobretudo, africanos. Orientou um número considerável de teses de licenciatura, mestrado e doutoramento. Produziu uma centena de escritos, com destaque para a sociologia política de África. Dirigiu/dirige vários projectos de investigação e formação pós-graduada. Organizou conferências internacionais (Frankfurt, Bissau, Lisboa, Maputo) e painéis em conferências internacionais (Lisboa, Porto, Coimbra, Amesterdão, Paris, Durham/NH, Londres, Luanda), apresentando comunicações nestas e noutras conferências internacionais (Denver, Washington, Freiburg i.Br.). Fez parte de uma série de júris, no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa e noutras universidades (mestrado, doutoramento, agregação, concursos para professor associado e catedrático e investigador principal e coordenador), em Portugal e no estrangeiro. Nos anos 1990 fez parte da primeira direcção do AEGIS, a rede europeia de estudos africanos.