Novo Jornal

Opinião: Moçambique: e os Bros. se desconvergem…, por Eugénio Costa Almeida

Até Outubro do ano passado, os moçambicanos com maior ou menor corrupio mantinham uma estabilidade
social e política interessante. Havia aqui ou ali alguns contratempos, algumas vozes mais críticas, alguns sectores sociais mais recalcitrantes e reivindicativos mas, no todo, tudo se processava com a normal intensidade de quem
vive de e para o seu país e para o desenvolvimento de Moçambique.
É certo que a dada altura o líder do maior partido da Oposição, Afonso Dhlakama decidiu voltar para as suas antigas bases na Gorongosa, denunciando alguma inflexibilidade política do poder em Maputo e contestando as linhas mestras das políticas eleitorais moçambicanas.

[+info]

 

Temas: