AfrikPlay | Filmes à Conversa


Novembro e dezembro são meses dedicados ao ciclo MIGRAÇÕES E FRONTEIRAS

Atravessamos fronteiras e geografias para acompanhar percursos de migração distintos mas com muito em comum.

Nos dias 15 e 16, associamo-nos ao Festival ImigrArte para dois documentários: The Land Between, de David Fedele e Hide, de Elori Kramer e Peter Coccoma, em estreia nacional.

Dia 26 de Novembro e 3 de Dezembro, regressamos ao LARGO Café Estúdio em parceria com o Largo Residências e o programa UMASS in Lisbon. Dia 26 teremos o documentário “Deportado“, de Nathalie Mansoux, e dia 3 veremos “Li Ké Terra“, de Nuno Baptista, João Miller Guerra e Filipa Reis.

Quatro filmes para reflectir e conversar sobre o que significa atravessar fronteiras e ser emigrante.


Largo Residências | Festival ImigrArte | UMass in Lisbon

 

Screen Shot 2014-11-12 at 15.34.28

 

The Land Between (David Fedele. 78′, 2014)

Comentários de Cristina Santinho (CRIA-IUL)

21h15 . 15 novembro . Ateneu Comercial de Lisboa


The Land Between oferece uma visão intimista sobre a vida de emigrantes da África subsariana que vivem nas montanhas do norte de Marrocos. Para a maioria, o seu sonho é entrar na Europa através de uma barreira altamente militarizada em Melilla, enclave espanhol no continente Africano.
Com um acesso exclusivo e sem precedentes, este filme documenta o quotidiano desses emigrantes presos no limbo, bem como a extrema violência e os maus tratos constantes que enfrentam, tanto das autoridades marroquinas como espanholas. Também explora muitas questões que são universais, incluindo o como e o porquê de as pessoas estarem dispostas a arriscar tudo, incluindo deixar a sua vida, o seu país, a sua família e amigos, em busca de uma vida nova e melhor.
[http://thelandbetweenfilm.com/]

Inserido no Festival ImigrArte: http://www.festival-imigrarte.com/

 

Hide (Elori Kramer & Peter Coccoma. 31′, 2013)

21h40 . 16 novembro . Ateneu Comercial de Lisboa


“Hide” mostra o quotidiano de vários trabalhadores emigrados  da América Latina que trabalham em quintas de produção de leite em Vermont, EUA. “Hide” ilumina os sentimentos e as experiências de vida de trabalhadores rurais migrantes — sentimentos de isolamento, medo, falta de reconhecimento e por vezes de falta de esperança. Usando uma narrativa diferenciada, o filme combina música original, imagens obscuras e uma narração multi-sonora para fornecer uma visão intimista sobre a vida quotidiana dos trabalhadores e a sua luta por manter a dignidade.
[http://www.migrantjustice.net/HIDE]

Inserido no Festival ImigrArte: http://www.festival-imigrarte.com/

 

 

Temas: ,