Apresentação

O Mestrado em Estudos Africanos (MEA) é um dos mais antigos e prestigiados no espaço da língua portuguesa. Tem formado, desde 1989, um grande número de mestres que se encontram em várias áreas profissionais desde a investigação e ensino, ao sector empresarial, diplomacia, organizações internacionais, administração pública e Organizações da Sociedade Civil. O Mestrado inscreve-se no quadro mais amplo dos Estudos Africanos no ISCTE que, também, oferece um Doutoramento em Estudos Africanos.
O curso visa o estudo interdisciplinar do desenvolvimento social, económico e político em África. Tem uma duração de dois anos em regime pós-laboral,  conferindo 120 créditos (ECTS), e está organizado em dois Ramos de Especialização – Estado, Política e Relações Internacionais, e Gestão do Desenvolvimento Social e Económico.
Os dois primeiros semestres consistem em dez unidades curriculares distribuídas pelo tronco comum, e por cada um dos dois ramos de especialidade. Estas unidades incluem Sociologia, Antropologia e História de África, Estado e Política, Globalização e Relações Internacionais, Planeamento e Avaliação de Projetos, e o estudo de Organizações Não-governamentais. O segundo ano é dedicado à elaboração da dissertação ou do trabalho de projeto.
Aos alunos que concluam o primeiro ano é atribuído o Diploma de Estudos Pós-Graduados em Estudos Africanos, com 60 créditos (ECTS).
O curso confere tanto uma especialização científica, quanto uma sólida preparação para o desempenho de funções profissionais.

As candidaturas para o ano letivo 2014/2015 decorrem de 03 de fevereiro a 10 de setembro de 2014, realizam-se em Candidaturas online.

[+info]

 

Temas: